"Perdeu milhões por complexo de inferioridade", diz PC após negociação milionária de Diego Rosa

Autor(a): BNews e Galáticos Online em 28 de Julho de 2020 10:00
Foto: Maurícia da Matta

O presidente do Esporte Clube Vitória, Paulo Carneiro, concedeu entrevista ao programa "Jornal da Bahia no Ar", da rádio Metrópole, apresentado por José Eduardo, e afirmou que o clube perdeu cerca de R$ 100 milhões na venda do jovem promessa do Grêmio, o atacante Diego Rosa, de 17 anos, negociado pelo Rubro-Negro em 2017, quando tinha apenas 14 . Agora, ele foi repassado ao Manchester City por 9 milhões de euros, ou R$ 54,1 milhões na cotação atual, e espera completar a maior idade para se juntar ao time inglês.

As cláusulas da negociação podem fazer esse valor chegar a quase R$ 150 milhões. O Leão possui 30% dos direitos econômicos de Rosa. "O problema do Vitória é o complexo de time inferioridade, deixou R$ 100 milhões na mesa. O Vitória tem um complexo de time pequeno terrível, que no meu tempo não tinha. O valor dele no Grêmio ou Vitória é o mesmo, porque a vitrine foi o Campeonato Mundial, e o Vitória sempre deu jogadores campeões mundiais para as categorias de base da Seleção Brasileira. Ele poderia ter jogado pela Seleção pelo Vitória e vendido pelo clube com 100% dos seus direitos econômicos, mas agora o Vitória só tem trinta. Foi dado de presente ao Grêmio, 70%, pra trazer um jogador emprestado", comentou o presidente, em entrevista à rádio Metrópole, na manhã desta terça-feira (28).

Sobre as reclamações da torcida em relação a demissão do técnico Geninho, Paulo Carneiro se defendeu alegando que teve os motivos dele para demitir o ex-comandante.

"Se eu tirei Geninho, eu tinha meus motivos. Mas não posso dizer publicamente todos. Um deles eu posso: financeiro. Eu não tinha como pagar os salários. Já estava caminhando para 200, 300 mil de passivo e aonde iria parar isso pra uma pessoa que eu quero um bem enorme?", declarou Paulo Carneiro.

Cobrado por grande parte da torcida para pensar no momento atual, o presidente do Vitória declarou ao apresentador José Eduardo que além de projetar o clube para os "filhos e netos", também tem projetos a curto-prazo.

"Nós também pensamos no 'hoje', tanto que contratamos um jogador brasileiro da história do futebol búlgaro, com 35 anos, experiente, para dar ao Vitória mais maturidade juntamente com Maurício Ramos, Thiago Carleto, para essa campanha difícil que é o acesso à Série A. Estamos fazendo as correções de rumos... Nada como um mal resultado para acordarmos para certas situações que às vezes a gente está adormecido", declarou o presidente do Vitória à rádio Metrópole.

Além disso, Paulo Carneiro também afirmou que o Vitória sempre vai jogar o Campeonato Baiano com o time sub-23 daqui pra frente, além de afirmar que a partir do ano que vem, a competição será totalmente diferente, com algumas novidades.
 

 


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade