Jean conta detalhes sobre agressão à ex-esposa: “Assumo os meus erros e estou sofrendo”

Autor(a): Redação Galáticos Online em 14 de Fevereiro de 2020 12:00
Foto: Divulgação

O goleiro Jean falou novamente sobre a agressão à ex-esposa, Milena Bemfica, em Orlando, nos Estados Unidos. Dessa vez, em um vídeo divulgado no Instagram, nesta sexta-feira (14), Jean se posicionou sobre o caso e pediu desculpas.

“Que fique claro que assumo os meus erros e estou sofrendo as consequências dele. Este vídeo não é uma tentativa de justificar o erro grave que cometi. Peço desculpas a todos pelo que fiz, principalmente à todas as mulheres. Aprendo todos os dias com isso e seguirei aprendendo”, afirmou.

Relembre o caso Jean

Jean agrediu a esposa Milena Bemfica com oito socos, de acordo com a declaração de prisão registrada pelo Xerife do Condado de Orange, na Florida. No registro, o policial responsável pela abordagem relatou que Milena disse que os dois discutiram na madrugada do dia 18 de dezembro no quarto do hotel onde estavam hospedados em Orlando, nos EUA, e ela tentou acalmar Jean. Depois, os dois entraram no banheiro para discutir, mas uma das filhas quis ir para a cama.

Nesse momento, o documento, baseado no relato de Milena, apontou que Jean seguiu a esposa e a puxou para a cama, onde subiu em cima da mulher e deu três socos no rosto dela. Depois, segundo o registro, o goleiro acertou outros cinco golpes na esposa.

O documento também relatou que Milena pegou uma chapinha de cabelo para se defender e com o objeto feriu Jean em ato de legítima defesa. A chapinha quebrou ao atingir a cabeça do jogador.

Jean foi preso em flagrante após Milena postar vídeos nas redes sociais pedindo socorro após ser agredida. Ele passou uma noite na prisão até a audiência, marcada para o dia seguinte ao incidente. Jean não precisou pagar fiança para ser solto. A decisão foi baseada na promessa dele comparecer perante o tribunal em audiências futuras e em se comprometer a não se envolver em outras ações ilegais.

Milena não quis prestar queixa contra Jean. Mesmo assim, ele terá que manter distância da mulher. A Justiça permitiu que ele mantenha contato com as filhas, mas sob supervisão de terceiros.

Em janeiro, a promotoria da Flórida pediu que a Justiça arquive a denúncia. O documento, assinado pela assistente de promotoria Sarah Marie Castro, afirma que "da investigação que foi feita, é opinião de quem subscreve que o caso não é passível de processo".


Assista:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Jean Paulo Fernandes Filho (@goleirojean95) on

 


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade