Rodrigo Chagas cita bom segundo tempo do Vitória, mas pede mais atenção: "Futebol é detalhe"

Autor(a): Redação Galáticos Online (Twitter - @galaticosonline) em 13 de Janeiro de 2021 23:16
Foto: Letícia Martins/EC Vitória

Após o empate do Vitória em 2 a 2 com o Avaí, na Ressacada, o técnico Rodrigo Chagas concedeu entrevista coletiva à assessoria do Leão e falou sobre a partida e o resultado obtido em Santa Catarina.

Ao ser perguntado sobre a escalação de Gerson Magrão, o treinador explicou que visava ter mais experiência na frente da zaga. Ele também comentou o fraco primeiro tempo da equipe e a mudança que fez o time melhorar na segunda etapa.

"Nós utilizamos jogadores com mais experiência à frente da zaga, como o Gerson Magrão. A gente achou que iria trazer mais consistência. No primeiro tempo não encaixamos, mas no segundo tempo corrigimos com a entrada do Caíque, que foi muito bem. Tivemos uma equipe mais compactada no segundo tempo", explicou o treinador.

O Vitória tomou mais um gol de bola parada nesta Série B, algo que vem sendo recorrente e que preocupa a torcida. Chagas citou o trabalho que vem fazendo com os jogadores e destacou que o futebol é resolvido nos detalhes, então erros deste tipo não podem ser cometidos por seus jogadores.

"A gente trabalhou bastante esse tipo de situação. Tomamos um gol de escanteio no vacilo da marcação, estava tudo bem definido e a bola acabou sobrando dentro da área. São erros que não podemos cometer de forma alguma, tomar gol de bola parada. É continuar trabalhando, fazendo com que os atletas enxerguem. Futebol é detalhe, vamos trabalhar para corrigir isso o quanto antes", destacou.

O treinador falou sobre os dois tempos distintos do Vitória na Ressacada. Para Chagas, a cobrança e a mudança que ele fez no intervalo ajudou o time a melhorar.

"Fomos muito passivos no primeiro tempo, um time sem alegria e disposição. Quando tomamos o gol, nos encolhemos mais ainda. No segundo tempo eu fiz a mudança, subi mais o bloco e ajustei melhor a compactação lá na frente. Tem momentos que não é só a tática que resolve, mas a disposição física o brio. Minha cobrança foi muito grande em cima disso".

Por fim, ele falou sobre o protesto que a torcida do Vitória vai fazer antes do jogo contra a Chapecoense, e deseja ter a o torcedor ao lado do time nesta reta final de Série B, para livrar o Leão do rebaixamento.

"Desde que seja positiva, não preocupa. Sei que o momento é ruim, mas nossa torcida precisa estar do nosso lado. A gente precisa ter uma cobrança para que a gente possa ter um grande jogo e um grande resultado no domingo, para sairmos dessa situação", completou.


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade