Com muitas decisões na Série A e "Sula", Daniel afirma: “Sequência que todo jogador que jogar”

Autor(a): Redação Galáticos Online (Twitter - @galaticosonline) em 04 de Dezembro de 2020 14:00
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Com a temporada chegando ao fim, Série A e Sul-Americana afunilando e Bahia tentando conquistar o primeiro título internacional na história do clube, uma maratona de jogos duros virá pela frente. 

No sábado o adversário será o Ceará, que já venceu o Bahia três vezes em 2020, em quatro jogos. E nas próximas semanas, o Tricolor terá pela frente os jogos das quartas de final da Copa Sul-Americana e também partidas contra Palmeiras, Flamengo e Internacional, equipes que estão no topo da tabela do Campeonato Brasileiro.

Com toda essa maratona pela frente, Daniel, meio-campista do Esquadrão, afirma ser uma sequência que anima os jogadores.

"Sequência que todo jogador que jogar. A gente fala do desgaste, mas eu tenho certeza de que ninguém quer ser poupado de nenhum jogo dessa sequência. São só jogos contra times grandes, só jogos importantes, decisivos", afirmou.

Diferente do primeiro turno, onde o Bahia iniciou diante do Ceará, uma série de nove jogos sem triunfos, Daniel vê um cenário diferente para o Esquadrão.

"A gente sabe também que essa sequência, no primeiro turno, dificultou bastante a gente. Começou na partida contra o Ceará. Mas agora é outro momento. Returno. Como se fosse outro campeonato. A gente tem que ter consciência disso e saber que tudo é possível, que a gente tem condições de vencer qualquer um desses times, sabendo que vai ser bastante difícil, mas que a gente tem condições de triunfar contra todos eles", falou.

Por fim, Daniel discorda das críticas sobre não conseguir manter intensidade durante os jogos.

"Não concordo com isso. Respeito a opinião, mas não concordo que eu não consigo manter 90 minutos. Acho que hoje, por ter cinco substituições, está acontecendo muito de ter rodízio. Dificilmente, os jogadores estão jogando 90 minutos. O treinador procura mudar sempre. Ainda mais que a gente ali da posição de meio de campo roda bastante, se movimenta bastante, acaba tendo um desgaste maior. Então é natural. Não vejo nada de deficiência na parte física", completou


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade