Grosjean elogia quem o salvou de acidente, e FIA inicia investigação

Autor(a): Agência Brasil em 03 de Dezembro de 2020 22:20
Foto: Reuters

A entidade que governa o automobilismo disse que iniciou uma investigação sobre o acidente de Romain Grosjean no Grande Prêmio do Barein de Fórmula 1 nesta quinta-feira (3), e o piloto francês elogiou aqueles que o ajudaram a escapar da bola de fogo após seu carro bater no guard rail.

Grosjean sofreu queimaduras nas mãos depois que sua Haas partiu em dois pedaços, penetrando uma barreira de metal e irrompendo em chamas, na corrida de domingo (29).

Ele deixou o hospital ontem (2), e em uma publicação no Instagram acompanhada por imagens de vídeo ressaltou "o momento em que percebi que viveria".

Ele destacou o "profissionalismo" do fiscal com o extintor e do médico da Federação Internacional do Automóvel (FIA), Ian Roberts.

"Eu disse a ele que ele é um herói, ele entrou no fogo tanto quanto foi capaz para me salvar", disse ele sobre Roberts. "Senti as mãos de Ian me puxando por cima da barreira e soube que estava seguro. Lembro de cada segundo, e a vida nunca mais será a mesma, mas tenho certeza de que para melhor", acrescentou o piloto.  "Tive um encontro com a morte, e esta foi a pior sensação que já tive. Mas estou vivo e aproveitarei cada segundo da vida e cada pequena vitória de uma maneira muito melhor de agora em diante."

A FIA acredita que sua investigação exigirá de seis a oito semanas. A entidade analisará todos os artefatos de segurança, como a barreira de segurança funcionou e o papel dos fiscais de pista e da equipe de intervenção médica.


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade