A ILUSÃO É A PRIMEIRA QUE MATA!

por Adalberto Cunha* em 31 de Janeiro de 2015 14:01

Na vida temos duas variantes que direcionam o nosso rumo por todo o tempo. A razão e a emoção. Indubitavelmente, delas, a emoção é a mais prazerosa, a que mais nos motiva e, redundantemente a que mais nos emociona. A razão, apesar de ser o lado real dos fatos não nos apetece. Traz-nos noticiais ruins e situações que nos incomodam. Sempre que pudemos, ainda que a titulo de fuga, procuramos esconde-la e dentro do possível esquecê-la. Em uma rápida analogia, transfiro esta situação ao futebol da Bahia e, do mesmo modo ao do Norte e Nordeste. Fico pasmo quando escuto repetidas vezes através dos cronistas esportivos, jornalistas, apresentadores de programas de TV e imprensa de modo geral a frase mais falada nos últimos dois últimos meses: “em 2015 Bahia e Vitória precisam voltar à primeira divisão do futebol brasileiro, pois lá é 
lugar deles e, de onde nunca deveriam ter saído.” É evidente, que nós que somos baianos e nordestinos queremos os nossos times na serie mais importante do campeonato do país e, nas melhores colocações. Contudo, necessário se faz uma analise focada na razão. Será que somos realmente times da primeira divisão do Brasil? Será que não estamos fugindo da razão e olhando os fatos com os olhos da emoção? Definitivamente os números mostram que nós não somos times de primeira divisão. Felizmente, os números calam quaisquer falsos argumentos. Tomando por base o ano de 2004, que foi exatamente quando os campeonatos brasileiros passaram a ter acessos e decessos, até o ano de 2015, totalizando 12 (doze) anos de competições, vejamos como os nossos clubes se portaram em relação às participações e posições obtidas na serie A do 
campeonato brasileiro.
 
SERIE (A) | SERIE (B) | SERIE (C) | SERIE (D) | SEM SERIE
 
ANOS DE COMPETIÇÕES | SERIES DISPUTADAS | COLOCAÇÕES
 
CLUBE 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015
 
EC BAHIA 3o 18o 6o 2o 10o 12o 3o 14o 15o 14o 18o
 
EC VITÓRIA 23o 17o 2o 4o 10o 13o 17o 5o 4o 5o 17o
 
PARTICIPAÇÕES EM 12 ANOS
 
CLUBE A % B % C % D % SS %
 
EC BAHIA 4 33,33% 6 50,00% 2 16,67% 0 0,00% 0 0,00%
 
EC VITÓRIA 6 50,00% 5 41,67% 1 8,33% 0 0,00% 0 0,00%
 
(Fontes:Wikipédia.org | http://www.bolanarede.com.br | www.ecvitória.com.br | www.esporteclubebahia.com.br
 
E agora José? Quem disputa quatro (4) ou seis (6) competições de serie “A”, em um total de doze (12) é time de serie “A”? Quem fica sete (7) anos consecutivos fora da serie “A”, é time de serie “A”? Quem não consegue manter-
se na serie “A” por mais de três (3) ou quatro (4) anos consecutivos, é time de serie ”A”? Finalizando, não me venham com esse papo de diferença orçamentária em relação aos clubes do sul e sudeste. É obvio que ela existe, vai continuar existindo e tem mais que existir mesmo. Mas, com certeza ela não é o fator principal dos insucessos dos nossos clubes nas competições nacionais, inclusive em outras series como B, C e D. Existem outros componentes que somam mais que a diferença orçamentária. Se este argumento fosse verdadeiro, o EC Bahia e o EC Vitória, por exemplo, seriam campeões todos os anos do campeonato do Nordeste, pois detêm orçamentos superiores a todos os demais competidores. O caminho não é exatamente este. Abordarei o tema em outra oportunidade.
 
ACunha | 14.01.15

*Adalberto Cunha é empresário do mercado imobiliário e colaborador do Galáticos Online.

Whatsapp

Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade