Estamos vivos!

por Edson Almeida em 30 de Junho de 2014 12:53

Pulamos uma perigosa fogueira, salvamo-nos todos. Técnico, dirigentes da CBF, jogadores, cronistas e torcedores... Foi um teste para qualquer cardíaco que sobreviveu festejar 20 anos antecipados.
 
O Brasil escreveu na história das Copas uma vitória sedimentada pela sorte, pela força mental de 200 milhões de torcedores, espalhados pelo Mineirão. nas ruas e em todas as casas deste imenso país.  
 
 A Seleção praticou com jogo quebrado, sem transição pelo meio-campo, com a defesa dando chutões para o ataque o tempo todo. Até que tivemos chances de não precisar ir para a prorrogação e cobrança de pênaltis. Mas eles também tiveram até mais oportunidades de liquidar o jogo no tempo normal como, também, na prorrogação, quando chutaram uma bola na trave de Júlio César.  
 
 Foi, na realidade, um ótimo teste para nossos corações. Palmas para o goleiro Júlio César, que se redimiu da triste falha da África do Sul, pegou dois pênaltis e acabou sendo herói. Dois outros destaques foram Hulk e David Luiz, puxadores de uma grande garra da Seleção. Neymar foi muito marcado e aí é que está o perigo em busca do hexa.
 
Na sexta-feira, vamos pegar, já nas quartas de final, a Colômbia, que chegou de mansinho e já é apresentada como uma das favoritas ao título, pelo excelente futebol que pratica (quatro jogos, quatro vitórias, ataque mais positivo) e, além de tudo isso, um menino de 22 anos, da mesma idade de Neymar, o James Rodrigues, que joga um futebol impressionante e que já é o artilheiro da competição.
 
Vou ficar com a opinião de Ronaldo Fenômeno: os colombianos jogam barbaridade, mas deixam o adversário jogar. Além disso, vão respeitar a história do futebol brasileiro!...

Edson Almeida* é comentarista esportivo do Galáticos na Itapoan Fm

Whatsapp

Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade