Indesculpável

por Edson Almeida em 24 de Julho de 2014 12:33

Não há como justificar a goleada sofrida para o Corinthians senão com a coragem de dizer que o time do Bahia foi fraquíssimo, levou para campo uma estratégia de jogo condizente com a sua capacidade, de defender o tempo todo, mas que não deu certo. Nada de juiz, má sorte ou qualquer outro tipo de desculpa. Nenhum de nós poderia esperar uma atuação tão covarde, inconseqüente e sem poder de reação como aquela do Tricolor. A goleada poderia ter sido bem mais devastadora.
 
Agora, só mesmo um milagre para continuar na Copa do Brasil. Ganhar de goleada do Corinthians, diante da diferença técnico-tática das duas equipes fica fora do alcance de qualquer previsão normal.
 
Mudando um pouco de assunto, só para envolver também o Vitória, nossos dois times têm mais é que trabalhar bastante, porque senão o destino de ambos será a segunda divisão. Sábado mesmo, os técnicos Marquinhos Santos e Jorginho poderão cair. Basta que percam seus jogos para Inter (Bahia) e Criciúma (Vitória).
 
É muito prático concordar apenas que os técnicos ainda não encontraram a tática certa para o futebol fluir, que há jogadores lesionados, que as escalações são equivocadas. Mas há, também, uma grande série de fatores que levam Bahia e Vitória à atual situação: planejamento equivocado, reforços contratados em cima da hora e sem grande qualificação, desentendimento entre dirigentes e técnicos trabalhando sob pressão...
 
Uma coisa, então, está delineada: sábado é dia D, quem ganhar amanhece o domingo trabalhando no clube, quem perder vai ter que arrumar as malas.   
 
O incerto é saber se essa decisão vai resgatar o bom futebol que as torcidas exigem. Porque Bahia e Vitória jogam um futebol pouco expressivo e de difícil recuperação. 

Whatsapp

Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade