Mais um nordestino garfado na Série A

por Tarso Duarte em 13 de Agosto de 2015 13:19

Já não é novidade, é comum, natural. As expressões parecem ser exageradas, mas em apenas uma semana o futebol brasileiro mostrou mais uma vez a forma tendenciosa como é conduzida. Conduzida, porque chamar de direção o jeito como atua a CBF é uma brincadeira de mau gosto.
 
A vítima nordestina da vez é o Sport, que começou a Série A surpreendendo e já deixou o rótulo de surpresa para trás há um bom tempo, batendo de frente com todos os adversários, dentro e fora de casa.
 
Nesta quarta-feira (12), o time pernambucano foi a São Paulo para enfrentar um oponente direto pelas primeiras posições, e antes mesmo da bola rolar já era prejudicado. Um árbitro paulista, que inclusive seria torcedor do Timão, foi escalado para a partida.
 
Em campo, o melhor time nordestino não baixou a cabeça, jogou de igual para igual, e mesmo tendo faltas incríveis perto da área corintiana ignoradas pela arbitragem, conseguiu chegar a um empate heroico na casa do time mais poderoso do país do futebol.
 
Como sempre, no entanto, na dividida, a arbitragem resolveu por uma decisão que beneficiou os corintianos.
 
Não vai adiantar a diretoria do Sport fazer DVD, como o também prejudicado Internacional já fez. Mão dentro da área no final de um jogo difícil é pênalti para o Corinthians. Contra o alvinegro, como aconteceu na rodada anterior, não é pênalti. Os três pontos contra o Sport são do Todo Poderoso Timão e ponto final.
 
Tricolores e rubro-negros baianos já estiveram no lugar do Sport. Em 2012, contra o Grêmio, o Bahia ‘deu testa’ contra o Grêmio mas não teve como disputar tendo um gol legal anulado, um pênalti claro a seu favor não marcado e vendo um gol irregular dos gaúchos ser validado por Cláudio Francisco Lima e Silva.
 
Antes, em jogo no Barradão, o Vitória já tinha visto um gol legal ser anulado contra o São Paulo. Na época, o Leão fazia grande campanha, em torneio que terminou com o tricolor paulista como campeão.
 
Em 2016, Bahia e Vitória podem estar de volta à primeira divisão. Está longe, mas em caso de acesso o tricolor, mais estruturado, pode ser um dos candidatos a surpresa, mas que fique avisado, vai ter que superar também as arbitragens e as miraculosas decisões tomadas pela CBF.
 
Voltando ao caso do Sport, será que na partida do segundo turno, Sport x Corinthians na Ilha do Retiro, vai ter arbitragem pernambucana? Será que em um eventual Corinthians x Flamengo a CBF escalaria um árbitro paulista (e corintiano)? Perguntar não ofende.
 
Em tempo
 
Vale lembrar que na rodada passada o Sport também já havia sido prejudicado. Contra o Atlético-PR, os pernambucanos venciam e seguraram o triunfo mesmo com a arbitragem dando 7 minutos de acréscimo no segundo tempo. Passados os sete minutos, o árbitro gaúcho, Anderson Daronco, no entanto, resolveu seguir o jogo e os paranaenses chegaram ao empate.

Whatsapp

Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade