O perigo vem pelo alto

por Fábio Catelino em 09 de Setembro de 2014 15:13

Em busca de respostas que possam justificar o motivo pelo qual o Vitória se encontra na lanterna do Brasileirão, é que fizemos um raio-x sobre a equipe e o trabalho do comandante Ney Franco do começo do ano até esta data. Após análise minuciosa detectamos que a falha mais grave do Leão são as bolas alçadas na área.


Observe que o ano começou com o Nordestão, a equipe de Ney franco acabou sendo eliminada com uma goleada para o Ceará na segunda fase. Na competição regional o Vitória tomou dois gols de escanteio, um contra o Ceará em Pituaçu e outro contra o Sergipe fora de casa.

Em seguida a eliminação na Copa do Nordeste, veio o Campeonato Baiano e as bolas paradas alçadas na área foram fundamentais para o insucesso do rubro-negro na competição. No Baianão onde o índice técnico é muito fraco, o time de Ney franco tomou cinco gols de bola parada alçadas na área, sendo que quatro foram de escanteio e um de falta. Do cinco gols sofridos, quatro foram em clássicos Bavi.

Na Copa do Brasil o Vitória foi eliminado na primeira fase pelo desconhecido J.Malucelli, após empatar as duas partidas com placar de 1 a 1, o rubro-negro foi eliminado nos pênaltis, e não sofreu gols de cruzamento nestes confrontos.

Enfim, inicia-se o campeonato Brasileiro. Pelo time baiano, o técnico Ney Franco fez efetivamente seis partidas até o momento, e com este, o time sofreu três gols de bola parada alçada na área. Em paralelo ao Brasileirão o Vitória disputa a Copa Sul-Americana, onde se classificou para a fase internacional eliminando o Sport Clube Recife em dois jogos, mesmo diante da classificação impende-nos computar o gol tomado de escanteio no confronto.

Resumindo, a equipe baiana foi comandada por Ney franco em 30 partidas em 2014, tomou onze gols de bola parada alçadas na área, e só marcou uma vez o gol adversário, ou seja, menos de 10% dos gols sofridos.

Mas para piorar, basta analisar os números dos confrontos contra times de primeira divisão, e será possível verificar que no campeonato Baiano foram quatro jogos contra o Bahia, e quatro gols tomados desta situação, na Sul-Americana foram dois jogos contra o Sport e um gol tomado de escanteio, no Campeonato Brasileiro são seis jogos com o comando de Ney Franco e três gols sofrido da mesma forma.

Por fim, conclui-se que em 12 jogos no comando de Ney franco contra times de Série A, o rubro-negro sofreu oito gols de bola parada alçadas na área, e isso quer dizer, que o Vitória de Ney Franco toma um gol de bola parada alçada na área a cada uma partida e meia, quando joga contra times da primeira divisão.


Whatsapp

Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade