Contrastes

por Edson Almeida* em 09 de Março de 2015 08:34

Enquanto o Bahia terminou a fase na Arena Fonte Nova, com a maior goleada do campeonato, de 7x1, com seus artilheiros Léo Gamalho e Kieza fazendo a festa, um com três e outro com dois gols, saltando do sétimo para o segundo lugar e mostrando progresso tático, o Vitória empatou em Juazeiro, contra o Juazeirense, por 0-0, outra vez sob as críticas dos seus torcedores, com um jogo feio, sem criatividade, com problemas de todo tipo.

Nem o fato de o Bahia pegar o lanterna do campeonato, que só havia conquistado um ponto em 15 disputados e sem um só gol no torneio e o Vitória haver jogado já classificado e invicto contra outro time também garantido para as quartas de final, serviram para minimizar a comparação. Mais ainda sob a observação de que o Rubronegro voltou a jogar contra um adversário com um expulso nos últimos 15 minutos.

É bem possível que o técnico Ricardo Drubscky esteja agora com horas contadas na Toca do Leão, porque, mesmo sabendo tratar-se de um profissional trabalhador, o time não apresenta, após uma dezena de jogos qualquer evolução. Incrível é que, apesar disso, é ainda um dos dois times invictos do campeonato, mas com duas minguadas vitórias e o alarmante número de quatro empates, três em 0x0 e no clássico em 1x1, só quatro gols em toda fase.

Não se pode, contudo, deixar de salientar a excelente campanha do Vitória da Conquista, que voltou a ganhar fora de seus domínios (1x0 sobre o Colo-Colo) e termina a fase de classificação com quatro pontos à frente da dupla Ba-Vi; 14 contra 10. Apenas com Viáfara e Paulo Almeida mais conhecidos nacionalmente, os demais são peças que se encaixaram no time, que realiza uma jornada digna de muito respeito, até mesmo de conquistar o seu primeiro título.

Também, que o Galícia, que entrou em desvantagem contra a Catuense, pois os dois vinham de resultados bem extremos, acabou surpreendendo e batendo o seu rival para carimbar a vaga à nova etapa.

Agora, as emoções do campeonato serão conferidas em quatro jogos de mata-mata, em ida e volta, para se conhecer os quatro semifinalistas: Galícia x Bahia, Colo Colo x Vitória, Bahia de Feira x Vitória da Conquista e Juzeirense x Jacuipense. Os demais, Feirense x Catuense e Serrano x Jacobina, também em ida e volta, disputam o torneio da morte para saber quem fica e quem cai para o campeonato de 2016. Catuense e Serrano são os mais foprtes.


*Edson Almeida é comentarista esportivo do Galáticos na Itapoan FM 



Whatsapp

Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade