Salve o choro!

por Edson Almeida em 06 de Julho de 2014 12:26

Não fizemos um jogo empolgante, mas deu para resgatar a confiança, pela luta, pela entrega de todos os jogadores, e pelo respeito que um grande adversário desta Copa, a Colômbia, que só havia conhecido vitórias, mostrou pela nossa Seleção.

Esses aspectos nos dão forças para pensar em novo triunfo contra a boa e calculista Alemanha. Mesmo com a ausência do nosso maior astro Neymar, que já está fora da competição por conta de uma fratura em uma das vértebras e do “capitão” Thiago Silva, que abriu a nossa vitória desta última sexta-feira. Foi inconsequente em levar o cartão amarelo que o tirou da semifinal, mas não tira o brilho de seu empenho.

Cada jogo tem sua história: já dizem que a Alemanha é franca favorita, porque tem time mais ajustado, craques em boa forma, contra um time “canarinho”, que, além dos desfalques já previstos, não tem uma extraordinária geração de talentos.

Foi justamente esse tipo de pressão, comparando-se aos grandes times de outras Copas, à responsabilidade de jogar em casa e de apagar o desastre de 1950, que a maioria dos jogadores tem demonstrado muita emoção a cada degrau superado, a ponto de chorar, de desabafar, de mostrar seus sentimentos na forma mais sincera de quem ama o seu país e a profissão que abraçou.

O jogo contra a Colômbia foi outra grande pedreira ultrapassada, pois o time do menino James Rodriguez vinha fazendo uma campanha sensacional. Mas nos respeitou. Tivemos um primeiro tempo em que jogávamos e eles reverenciavam. Talvez o placar de 1x0 é que tenha aberto chances para o sufoco da etapa final, justamente depois que chegamos ao segundo gol, com a belíssima falta batida por David Luiz, melhor jogador da Seleção e do próprio campeonato.
Terça-feira, novamente em BH, vamos à luta contra a Alemanha de Nauer e de tantos outros cobras, porque eles também respeitam muito a nossa camisa e haverá de ser um jogo parelha, em que temos ótimas chances de ganhar.

Com muito choro de alegria depois do grande espetáculo. Dos jogadores, da torcida e até dos cronistas que não têm medo de explodir as suas emoções.

Whatsapp

Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade